segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Encontro


- Quer namorar comigo?
- Namorar pra quê?
- Pra gente se conhecer melhor.
- Conhecer melhor pra quê?
- Pra saber se você é a pessoa certa para mim.
- Certa pra quê?
- Pra ter um relacionamento sério.
- Não entendi, você não acha namoro um relacionamento sério?
- Não, namoro é uma experiência, um ensaio para a coisa real. Namoro é a melhor maneira de se conhecer e escolher a pessoa certa.
- Fala sério, você acha mesmo que namorar várias pessoas pode dar mais experiência e levar a um casamento melhor?  Namoro longo significa conhecer efetivamente o parceiro? Ir ao cinema, restaurante, clube, shopping, viajar, jogar cartas, andar de mãos dadas, apresentar para a família, dormir juntos, seria a formula para revelar ou decodificar pessoas? Gostar das mesmas coisas é garantia de sucesso num futuro relacionamento?
- Certeza não se pode ter, mas é assim que as pessoas se conhecem.
- E se esta experiência der errado?

- É o preço que se paga pelo aprendizado.
- E se um dos dois se envolver loucamente pelo outro e for abandonado, seria justo? Não acha um preço muito caro pela experiência? Namorar por experiência pode machucar.
- E de que outra maneira um casal pode se conhecer?
- Olha só, namorar pode dar experiência de como namorar, mas não vai ensinar compromisso. Durante o namoro as pessoas revelam a sua melhor parte, querem impressionar, seduzir, mesmo que inconscientemente. Só quando o relacionamento é pra valer, quando não é mais experiência é que a máscara começa a cair.
- Nem todas, não é? Não vamos generalizar.
- Hoje, a possibilidade de um casal recém-casado se divorciar é de 60%. Nem quero falar daqueles que, mesmo infelizes, permanecem casados. Será que essa experiência de namorar está valendo a pena? Se namorar funcionasse para conhecer o futuro parceiro, milhões de casais não estariam devorando livros de autoajuda como “Homens são de Marte e Mulheres são de Venus”.
- Você está sugerindo casar ou morar junto sem que as pessoas se conheçam, sem um namoro prévio? Fazer como os casamentos de antigamente que eram arranjados pelos pais ou casamenteiros?
- Definitivamente não.  Estou dizendo que namorar por experiência não funciona e não é bom. Ou você se joga num relacionamento pra valer ou, se não estiver pronto, não estiver a fim, nem comece. Não namore ninguém como quem espera por algo melhor. Não desperte um amor se não for capaz de alimentá-lo.
Quando você se relaciona de verdade, cria uma abertura para a intimidade, compartilha, torna-se vulnerável. Se a experiência não funcionar e terminar, claro que vai doer. Dói porque você deixa uma parte de si com o outro, e uma vez que você deu, aquilo não mais lhe pertence, você não pode simplesmente pegar de volta. Toda aquela energia que estava sendo investida no relacionamento agora não tem mais para onde ir, você não sabe mais onde colocá-la, e por um tempo você pode ficar sem chão.
Se o namoro não for levado a sério, for levado apenas como mais uma experiência improvável, você não vai sentir nada com a separação e, como um bom cientista, passará ansiosamente para a próxima experiência.
- Ainda não entendi aonde você quer chegar com toda esta conversa?
- Não quero chegar a lugar algum. Quero andar junto com você, passo a passo.  Estou querendo dizer que se decidir entrar num relacionamento, será para amar e não para namorar. Amor é algo que acontece porque você faz acontecer, você decide amar.
Tenho uma prima que está estudando em Melbourne, Austrália. Conheceu um rapaz boliviano muito legal e decidiram noivar. Quando telefonou para os pais contando a novidade, eles ficaram muito felizes e, ao final da conversa, a mãe disse: “Querida, quero que você saiba que nós a amamos e amamos seu noivo também”.
Como pode a mãe dizer que ama alguém que nunca viu e não sabe quase nada a seu respeito? Simples, a mãe escolheu amar, porque antes de virar sentimento, o amor é uma escolha. Uma mãe escolhe amar seu filho antes do nascimento, até mesmo antes da concepção.  Quando o filho nasce, o amor já vem com ele. Também no relacionamento pode ser assim. Escolho amar antes de começar a namorar. O que sustenta uma relação não é o amor, é o amar.
Amar é um quebra cabeças de muitas peças, sentir o amor é a maior delas, mas não a única e nem a mais importante. Amar também envolve trabalho, confiança, dedicação, cuidado, paciência, compromisso, amizade, e por ai vai. Sentir amor é a parte mais fácil, não é preciso fazer nada, só deixar acontecer. Juntar, manter firmes e, especialmente, adaptar todas as peças é a parte difícil, mas é neste momento que se reconhece quem tem habilidades para desfrutar o quebra cabeças do amor e quem não tem. Aliás, não é preciso quebrar a cabeça, basta abrir o coração.
- Você está me confundindo.  Perguntei se você queria namorar comigo e só queria um sim como resposta. Estamos conversando quase uma hora e ainda não sei se você vai aceitar ou não.  
- Calma lá, não estou te enrolando. A maioria das pessoas em sua busca desabalada por namorar, pula uma etapa fundamental nos relacionamentos: tornar-se alguém que possa ter um envolvimento comprometido e queira ceder espaço para outra pessoa no centro de sua vida. Ou seja, antes de namorar, é preciso que a pessoa se torne uma versão melhorada de si mesmo.
- E qual a participação do outro nesta melhora?
- O papel do outro é um desafio, uma missão. Não há certeza alguma de que tudo vai rolar legal, nada é certo, mas ambos partilham de um segredo e um compromisso. O segredo: sabem que não são perfeitos. Uma pessoa perfeita está feita, é monótona, não tem o que melhorar. Uma relação entre dois perfeitos está condenada, será imperfeita. O compromisso: deixar de procurar a pessoa perfeita no mundo e começar a encontrá-la no companheiro. O papel de cada parceiro na relação não é querer mudar ou transformar, mas fazer o outro melhor a cada dia. Sentir que estar junto contribui, de alguma forma, para que seu par seja uma pessoa melhor. Só isto já é motivo mais que suficiente para ter valido a pena ter entrado na vida dela.
- E se no meio do caminho ficar pesado, houver traição, desinteresse, a rotina tomar conta do casal?
- Não te preocupa antes da hora. Deixa o destino decidir se é para sempre ou não. Faz a tua parte, ama. E que a única rotina do casal seja amar.
- Legal. Acho que entendi. Não sei se estou preparado, mas acho que contigo ao meu lado vai ser mais fácil. Vamos fazer a nossa parte, vamos ceder espaço para o outro?
- Ceder não. Nunca me empresto ou me cedo, me dou. Não quero ser aquela que seduz, leva pra cama e depois vai ou manda embora. Quero chegar pra ficar. Quero ser aquela que chega ao coração, que conversa com a alma. Por mais diferente que seja o assunto  (política, filosofia, gastronomia), quando falar, ou mesmo quando silenciar, quero estar amando, porque o conteúdo da conversa ou do silencio será sempre nós, e não eu ou você. Mesmo que não haja toque, mesmo que ninguém perceba, os corpos estarão mais agarrados do que nunca. Os melhores momentos de um casal são passados ao lado um do outro e não por cima um do outro.
Sei que sou diferente das outras. Sei que posso parecer difícil. Sei que posso estar te assustando. Sei que falei demais. Sei que podemos falhar. Sei que posso não estar preparada. Nem sei o que sou, mas quero ser sua. Para sempre!

20 comentários:

  1. Bela mensagem! Gostaria de ter sido eu a escrevê-la. Muitos são os movimentos existenciais que se infiltram na aproximação de um casal, impedindo que ambos possam se aproximar e ter um efetivo encontro.

    ResponderExcluir
  2. Dr Ildo! Adorei! Acho maravilhoso quando escreves sobre o Amor! Beijo

    ResponderExcluir
  3. Nao desperte um amor se não for capaz de alimentá-lo .. lembra, um pouco, uma frase perfeita do Bob Marley: "the biggest coward of a man is to awaken the love of a woman without the intention of loving her", o Dr. concorda?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ideal seria que todas as pessoas soubessem amar, o tanto que sabem fingir.

      Bob Marley

      Excluir
  4. Cada vez melhor. Os melhores momentos de um casal são passados ao lado do outro e não por cima do outro. Show de bola. Dany

    ResponderExcluir
  5. Complicado o Amor...entro numa relação para conhecer a pessoa..mas o mundo anda tão carente que a garota já pensa que estou amando. Não concordo com o comentário de não despertar se não for capaz de alimenta-lo. Provavelmente você já inicia o relacionamento cobrando. Pense nisso pegue leve e com certeza seu amor será correspondido. Não faz ideia como a mulherada pressiona e espanta. Querem a todo custo o Amor imediato...só estou te conhecendo.

    ResponderExcluir
  6. Tão simples namorar, tão simples ser feliz, apenas me beije! Fabricia

    ResponderExcluir
  7. Sr Ildo. Sem dúvida o Sr escreve muito bem. Tens o dom. Sucesso Carlos

    ResponderExcluir
  8. Onde encontro uma namorada assim? FF

    ResponderExcluir
  9. Quero assim.ser desejada para sempre. BIA

    ResponderExcluir
  10. Terminar um namoro qualquer um termina, até pela internet. Quero ver quem tem coragem de terminar um namoro no altar com um sonoro SIM. Liane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um passo bem bacana na vida! Enfim juntos!

      Excluir
  11. Esta mulher é muito teórica. Na prática não funciona esta teoria romântica. Primeiro o casal fica se pegando pra ver se tem química, depois é que vai ver se tem ética, literatura, matemática...

    ResponderExcluir
  12. Concordo a teoria é perfeita ! Difícil é achar alguém que te ame, respeite e cuide de você!. E se tiver química. Perfeito! Fechou!

    ResponderExcluir
  13. Hoje em dia o homem pode botar a mão nos seios, nas pernas, até mesmo no meio das pernas da namorada, mas se ele resolver mexer no celular ou no IPad dela, é invasão de privacidade, desrespeito...

    ResponderExcluir
  14. Quem namora pela internet, pode ficar meses sem encostar no parceiro. Alguns destes namoros se transformam em casamento, outros não. Alguns são enganados na internet. Namorar pela internet pode ser considerado namoro? Pra alguns sim, pra outros não. Sou das antigas, namorado tem que andar de mãos dadas e dar uns amassos. Vivi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tambem! Mas para alguns é mais fácil esconder-se atras da tela do computador. Faz de conta que namora.

      Excluir
  15. Comigo não rola papo. Pego logo pela cintura e mando ver. Se tiver pegada,já era, namoro mesmo . Carlos

    ResponderExcluir